09.11.15

Dicas

voltar

O que é dengue?

Com a proximidade das estações mais quentes (especialmente o verão), a gente já começa a pensar em férias, viagens e em aproveitar os dias mais agradáveis. Porém, sempre que o verão vem chegando, também começam as campanhas e lembretes sobre o combate à dengue
 
Mas você sabe realmente o que é dengue? E como é transmitida? 
Por já estar inserida no nosso cotidiano (como em campanhas de informação e prevenção na TV), a dengue pode parecer uma doença comum ou até inofensiva. No entanto, ela está longe disso: a dengue é uma doença transmitida por insetos que afeta o homem e é um grande problema de saúde pública no mundo inteiro. Esse problema é ainda mais grave nos países tropicais, como o Brasil¹, já que possuem um clima que é favorável à proliferação do mosquito transmissor.
 
O vírus da dengue e sua transmissão
A dengue é uma doença febril aguda, que, na sua forma clássica, tem uma evolução benigna (ou seja, seu tratamento consegue controlar bem os sintomas), mas pode ser mais grave quando for hemorrágica. Ela é causada por um vírus, que é transmitido através de mosquitos do gênero Aedes. A espécie Aedes aegypti é a responsável pela transmissão do vírus nas Américas¹.
Essa transmissão  ocorre pela picada do mosquito, no ciclo homem → mosquito → homem¹. Ou seja, após picar uma pessoa que tem o vírus encubado em si (muitas pessoas possuem o vírus e não apresentam sintomas), o mosquito passa a transmitir a doença ao picar outras pessoas. 
Ao contrário do que algumas pessoas pensam, não há transmissão por contato direto com alguém que está doente nem com suas secreções ou, ainda, por consumir a mesmas fontes de água e alimento¹.
 
Quando a dengue pode ser grave?
O fato de existirem 4 variações do vírus da dengue¹, todas elas com potencial de manifestar uma dengue hemorrágica, colabora para que a dengue seja uma doença grave e com tamanha abrangência. Por isso, é muito difícil elaborar uma vacina para a doença; além disso, erradicar de vez a população de Aedes aegypti em países cujo clima favorece sua proliferação - como o Brasil, por exemplo - é algo muito difícil.
 
Principais sintomas da dengue
Outro fator que dificulta o diagnóstico rápido é a sua semelhança com uma gripe comum¹. Ambas as doenças apresentam:
Febre alta.
Dores no corpo.
Sensação de indisposição.
Em alguns casos, vermelhidão em alguns pontos do corpo¹.
No entanto, a dengue é mais severa, com febre mais intensa e incapacitante do que a gripe, e, quando não tratada, pode significar sérios riscos à saúde1.
 
Prevenir é o melhor remédio
A dengue é uma doença que requer atenção. A facilidade de transmissão, os sintomas que parecem ser inicialmente brandos mas podem se agravar, além da fácil proliferação do mosquito em água parada são fatores que fazem da doença uma preocupação de saúde pública
Por isso, adotar medidas que dificultem proliferação do mosquito transmissor da doença ainda é a melhor forma de combater a dengue. Aquelas recomendações já conhecidas podem fazer uma grande diferença para evitar surtos de dengue. Não deixe água parada; não acumule garrafas e pneus, que podem servir de viveiros para as larvas do mosquito; não deixe água acumulada em calhas ou caixas d’água e coloque areia nos vasos de plantas.
 
Caso você apresente algum dos sintomas da doença, não perca tempo e procure um médico imediatamente. 
 
Referência:
Ministério da Saúde (Brasil),Fundação Nacional de Saúde. Dengue: aspectos epidemiológicos, diagnóstico e tratamento. Brasília-DF. 2002.